Subscribe Twitter

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Gossip Girl #1: As delícias da fofoca - Cecily von Ziegesar



Título Original: Gossip Girl
Ano: 2005
Editora: Galera Record
Páginas: 253
Avaliação:


Neste primeiro volume, a estonteante loira Serena van der Woodsen volta de uma longa viagem que fez a Europa, depois de ter sido expulsa de seu colégio europeu. Mas parece que sua melhor amiga Blair Waldorf não está tão contente com sua volta. Só de pensar que a sua amiga iria tomar seu posto de mais popular do colégio já sentia calafrios. É então que uma série de fofocas e boatos sobre Serena começam a rolar pelo mundinho destes adolescentes, deixando-a afastada de todos. Era tudo o que Blair queria: ser o centro das atenções e manter seu namorado Nate longe da rival. Será que Serena irá aguentar tanta solidão?
Um aviso antes de ler esse livro: Esqueça a série. Se você acompanha e não leu o livro, esqueça.
Aqui se aplica o mesmo princípio da série Pretty Little Liars, que eu amo do fundo do coração, mas que, né, cria um abismo enorme com os livros.
Comprei GG naquela promoção de livros vira-vira e, na época, estava apaixonada pela série.
A premissa é a mesma - Serena voltando pra NY depois de uma temporada fora, onde ela simplesmente abandonou sua melhor amiga Blair. Quando Serena volta, Blair está determinada a não deixar a ex-melhor amiga tomar seu lugar como "Abelha Rainha".
O que eu pensei quando li a sinopse: Booooooooring.
Sério. Não me via nem vendo o seriado nem lendo os livros, e julgava muito mal quem o fazia.
Felizmente, eu estava errada em muita coisa a respeito. Mas vou focar os comentários no livro.
O estilo da Cecily é gostoso de ler, leve, sem pressa. Você consegue muito bem entender os personagens por maior que seja a burrice que estejam fazendo. Se antes quando alguém mencionava a Blair eu odiava o drama da "pobre menina rica", agora eu simpatizo demais com ela - porque os problemas dela são legítimos e mesmo com a leitura leve você nota que o dinheiro não compra paz de espírito.
Parei por aí em gostar dos personagens. Apesar de curtir o desenrolar da história, simpatizei pouco com a maioria dos personagens. Como disse antes, entendo - entendo que o Dan seja obsessivo em seu amor platônico, que a Vanessa arruíne projetos por ciúme e que a Serena aproveite as coisas boas que a vida tem, mas meio que paro por aí, porque por mais que entenda, não simpatizo. As coisas mudam um pouco no segundo livro a esse respeito, mas em outro momento falo disso.
De resto, não é um livro fantástico. Nem um pouco. Soa mais como uma introdução à história dos próximos volumes do que um livro pra ser saboreado isoladamente. Até por isso, a história do primeiro livro tem um tom de "meh."
Um tom de piloto de série da The CW.*insira ironia aqui*

Resumindo:
O livro é bom? É.
O livro é realmente muito bom? Não mesmo.
Vale a pena ser lido? Até que vale, mas não exatamente como o primeiro da lista. Apesar da narrativa bem escritinha, os personagens bem delineados e o ritmo gostoso, a história em si deixa um pouco a desejar.
Meio que o oposto dos livros do Paulo Coelho. (Tema pra um outro post? Claro.)
É isso aí. Apesar de ser um livro que eu gosto bastante, não chega a ter um lugar de honra junto aos da Meg.

3 comentários:

Ana Paula disse...

Ah nem queira comparar com a Meg!
Olha, só li pedaços de GG mas nunca me interessei em comprar, até pq são infinitos livros e eu sou assim com séries, ou tenho/vejo todos ou nenhum. Mas quando eu trabalhava na papelaria eu pegava uns pedaços deles e lia, mas sempre achei boring. Pelo menos as partes que eu li achei muito parecidas com a série, que eu só gosto por causa de gente bonita e glamour hahahaha! Ai meio que peguei preconceito do livro pq a série tem uma história embaralhada demais, são infinitos acontecimentos que cansam depois de um tempo. Não sei se os livros são assim tb... e né, tem Dan e Vanessa e eu nunca odiei tanto um personagem como eles dois. Sério, odeio mortalmente os dois....

Ai né, eu do jeito que sou, não compraria os livros. Já disse pra vc, eu tenho que amar desde o começo, senão pego abuso, como aconteceu com a série Sociedade Secreta. Acho que vou te mandar esses livros pq eu não aguento mais ve-los na minha estante...

bjss

Ansiao disse...

Curte romance histórico epistólico?

Dê uma olhada nisso, foi a melhor coisa que eu li nesse gênero - http://dannyreviews.com/h/Quiet_Vampire.html

Caleb Henrique disse...

Assim como você, li apenas o primeiro livro da série e, bom, não é que eu não tenha gostado do livro. É um livro bom, mas não criei ânimo suficiente para engajar a leitura dos restantes, apesar de o recente Gossip Girl Psycho Killer ter chamado minha bastante atenção.
De qualquer modo: Abacaxi! (ha-ha)

Assim me despeço, com a promessa de voltar.
E como há braços, abraços.
Caleb Henrique
Viajante Literário

Postar um comentário